Ossidiana

Obsidiana

De aparência vítrea, a obsidiana é formada a partir de uma lava rica em sílica e esfria rapidamente em contato com a água. A obsidiana é uma rocha vulcânica muito popular por suas virtudes terapêuticas e energéticas. As cores da pedra variam de preto, cinza, verde escuro, vermelho e até mogno ou dourado.

Hoje em dia, podemos ver a obsidiana azul aparecer, é importante saber que essa cor não existe na natureza. A obsidiana azul vem exclusivamente da manipulação humana dos elementos químicos que compõem a pedra. Relativamente dura, em torno de 5 a 5,5 na escala de Mohs, a obsidiana é certamente mais dura do que o vidro que pode arranhar, mas também se quebra em cacos afiados que podem ser assustadores, pois podem causar ferimentos graves.

A obsidiana é extraída em áreas vulcânicas ao redor do mundo. Das Ilhas Eólias ao lado da Grécia e da Turquia, da Islândia aos Estados Unidos e México, do Japão à ilha de Java e à Ilha de Páscoa, ricos depósitos foram formados há mais de dois milhões de anos.

obsidienne-pierre-litoterapia


história da obsidiana

Etimologicamente, a palavra obsidiana deriva do latim, mais precisamente do nome Obsius que foi o primeiro romano a falar em obsidiana, esta curiosa pedra encontrada na Etiópia. Os arqueólogos nos dizem que esta pedra foi usada pelo homem pré-histórico. A obsidiana era frequentemente usada como ponta de flechas ou lâminas de facas e outras ferramentas e armas. Da América pré-colombiana à Europa neolítica, a obsidiana foi objeto do primeiro comércio entre humanos.

Obsidiana é uma pedra muito comentada, principalmente na literatura de fantasia e produções audiovisuais. A referência aos poderes mágicos e sobrenaturais da pedra é onipresente.

obsidienne-pierre-brute

Virtude da obsidiana

Fisicamente, a obsidiana é uma pedra desintoxicante. Diz-se que tem a poderosa capacidade de remover bloqueios no fluxo de energia do corpo. Esta propriedade torna esta pedra altamente recomendável para aliviar a tensão e suavizar a circulação sanguínea. A obsidiana é muito útil, entre outras coisas, para aliviar dores de reumatismo, artrose ou cãibras musculares. Certamente tem o poder de infligir feridas, mas também tem a capacidade de ajudar a parar o sangramento e curar feridas.

Como já mencionado, a obsidiana é uma pedra da verdade. Seu poder protetor e seu poder mental e espiritual são tais que é aconselhável tratá-lo com sabedoria e cuidado. É importante saber que a obsidiana é uma pedra extremamente protetora e atua como uma poderosa armadura contra ondas e influências espirituais negativas e contra o mau-olhado. Alguns também falam de sua resistência à magia e sua eficácia no bloqueio de ataques psíquicos e espirituais. Obsidiana fortalece o usuário. Ao revelar a verdade sobre si mesmo e sobre os outros, leva à clareza de visão e amplia o campo de consciência para permitir que a alma floresça e seja elevada.

Em um nível cármico, a obsidiana atua no chakra do terceiro olho promovendo a clarividência. Esta faculdade deve ser manuseada com cuidado, pois a obsidiana é uma pedra muito poderosa quando se trata de remover os obstáculos que impedem a clareza da visão interna e o conhecimento da verdade sobre si mesmo. É altamente recomendável preparar-se psicologicamente para este exercício da verdade, pois pode ser muito doloroso para a pessoa.

Obsidiana, a pedra favorita do chakra coronal, é um poderoso ímã que atrai forças espirituais. Atua também no chacra raiz e promove o florescimento do vínculo com a Mãe Terra, eliminando as perturbações que podem dificultar a ancoragem do chacra à terra. Colocar uma pedra obsidiana no plexo solar ajudará a reduzir doenças e dores digestivas.

O extraordinário poder da obsidiana faz dela uma daquelas pedras que não precisam ser purificadas, pois é tão poderosa em repelir energias negativas. Para recarregá-lo, basta expô-lo à luz da lua ou do sol ou à luz do fogo. Colocar obsidiana em uma pilha de drusos otimiza sua recarga.

Voltar para o blogue
1 de 4